“Eu dei a um mendigo que passou em minha pequena loja uma moeda com sacrifício ganha. Ele gastou o metal brilhante e voltou e voltou novamente. Ainda gelado e faminto como antes.

Eu dei um pensamento e, por meio deste meu pensamento, ele se encontrou como homem, supremo, divino, corajoso. Vestido e coroado de muitas bênçãos, agora ele não mendiga mais.”

Autor Desconhecido

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: