Posts marcados ‘Necessidades Especiais’

Homem e Leão

“Você lembra a fábula do leão? O animal observando o quadro de um homem dominando um leão disse: “Se um leão tivesse pintado o quadro, o homem seria o dominado”. O que faz a diferença é quem pinta o quadro.

Homens intelectualmente fortes detêm há muito tempo o monopólio da pintura de quadros dos mais fracos. Algumas vezes, crianças com deficiência têm sido vistas como um ser sobrenatural, possuídas por um espírito bom ou mau e, mesmo nas esferas mais intelectualizadas, frequentemente são tratadas de maneira igual à que os espartanos faziam, ou seja, excluídas da sociedade e expostas à morte ou a uma vida que, mesmo reverenciado a condição humana com o crescimento e com a preservação da vida, possivelmente é pior do que a morte. Ela não é apenas inútil, como também é uma barreira na sociedade, uma doença incurável, um terrível pesadelo, um erro de Deus.

Mas como seria o quadro se o leão o tivesse pintado em lugar do homem?

A criança com deficiência é um ser humano. Ela difere daqueles que se autodenomimam normais. Nenhum de nós faz parte de uma estatística sobre deficiência. Nenhum de nós amanhã irá tornar-se uma pessoa com deficiência como alguns deles por causa de uma pequena mudança em nosso organismo. (Talvez devêssemos chamar isso de insanidade, mas seria tão somente uma questão de terminologia.)

Então, o que somos nós e quem é esta criança? É algo conhecido…”

Jornal da Escola de Treinamento em Vineland, New Jersey. Fevereiro 1997.

Anúncios